Por Nuernberg Em releases Atualizada em 09 MAR 2018 - 09H26

ASSESPRO-SP promove Farol 2022

A associação traz para São Paulo especialistas no debate da tecnologia junto aos poderes públicos. Também participam responsáveis por órgãos como SEBRAE, FIESP e Instituto de Inteligência Cibernética (IIC)

Com foco no debate sobre políticas e medidas econômicas para o setor de TICs, ASSESPRO-SP promove “Farol 2022”, no dia 12 de março


Com o tema “Cenários e Tendências da política e economia com ênfase no mercado de TIC”, associação traz para São Paulo especialistas no debate da tecnologia junto aos poderes públicos. Também participam responsáveis por órgãos como SEBRAE, FIESP e Instituto de Inteligência Cibernética (IIC).

Com o objetivo de discutir o panorama político e econômico para o setor de TIC desde o momento e futuramente, durante o próximo governo presidencial, a ASSESPRO-SP (Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação – Regional São Paulo) realiza no dia 12 de março, próxima segunda-feira, o evento “Farol 2022”, voltado para todos os profissionais, empresas e comunicadores do setor. Irão participar da palestra especialistas como André Rebelo, assessor de Assuntos Estratégicos da Presidência da FIESP e membro do conselho deliberativo do SEBRAE-SP, que programa expor cenários e tendências da política e da economia para 2018. De Brasília, a ASSESPRO-SP traz também dois especialistas no debate das questões de TI junto ao poder público da Foco Assessoria e Consultoria. Luis Henrique Cidade, sócio-diretor do escritório, irá abordar a importância do engajamento das entidades representativas do setor no debate sobre seus temas de interesse nos Ministérios e no Congresso Nacional, enquanto que o cientista político Renato Roll apresentará as principais ações da ASSESPRO no Legislativo Federal. Fechando o evento, Rogério Winter, especializado em inteligência cibernética, trará uma exposição sobre os desafios econômicos e empresarias no ambiente cibernético.

Renato Roll explica que o setor de tecnologia da informação ganhou maior evidência nas discussões do Poder Executivo Federal e do Congresso Nacional nos últimos anos, especialmente a partir dos debates sobre o Marco Civil da Internet e sobre os crimes cibernéticos. No entanto, muitas questões ainda precisam ser discutidas para a conquista de maiores avanços, como se percebeu recentemente, a exemplo do debate nacional sobre a regulamentação de aplicativos voltados para o transporte de passageiros, que evidenciou o impacto transformador da economia digital no dia a dia das pessoas. Questões como essa apontam a necessidade de um arcabouço regulatório adequado para o desenvolvimento desse mercado, que ultrapasse as resistências por parte de políticos e gestores públicos, na expectativa de oferecer o completo atendimento dos anseios da população e das empresas.

Por sua vez, Luis Henrique Cidade destaca que “no atual contexto, de efervescência dos debates sobre a tecnologia com um número ainda reduzido de parlamentares com conhecimento mais profundo sobre o dia a dia das empresas de TI, destaca-se a necessidade de uma atuação organizada e ativa do setor na defesa dos interesses legítimos das empresas em atividade no país, visando evitar que futuras legislações venham a trazer restrições ou resultem em um ambiente de negócios de menor competitividade frente aos demais países”.

TIC no Congresso

Atualmente, tramitam no Parlamento brasileiro centenas de projetos de lei que afetam os negócios das empresas de TI. São iniciativas que abordam diversas questões cruciais para as empresas do setor, tais como: a regulamentação das profissões de TI; terceirização; reoneração da folha de pagamentos; reformulação da Lei de Licitações; software livre; governo digital; startups e micro e pequenas empresas; economia digital e colaborativa; Internet das Coisas (IoT); proteção de dados pessoais; computação em nuvem e data centers.
Luis Henrique Cidade ressalta ainda que essas questões exigem a construção de um discurso único e de análises e sugestões tecnicamente embasadas para apresentação às autoridades de governo, visando contribuir para o debate das políticas do setor de maneira a auxiliar na concepção de melhores soluções para a área e difusão de suas potencialidades, contribuindo para a construção de políticas mais eficientes e o consequente crescimento do setor de TI brasileiro.

A Assespro-SP conta com o apoio no evento FAROL 2022 do IIC – Instituto de Inteligência Cibernética do Brasil (www.iicbr.com.br), ASSESPRO NACIONAL (www.assespro.org.br), FIESP (www.fiesp.com.br), PR Newswire (www.prnewswire.com.br), NÜRNBERGMESSE BRASIL (www.nuernbergmesse-brasil.com.br), IT MIDIA (www.itforumexpo.com.br), CRYPTO ID (www.cryptoid.com.br), AGENCIA DPI (www.agenciadpi.com.br) e CTI (www.cti.gov.br).

Agenda e inscrições
Farol 2022: Cenários e Tendências da política e economia com ênfase no mercado de TIC
Data: 12/03/2018, das 8h30 às 12h
Local: Transamerica Prime Hotel Internacional, Alameda Santos, 981, São Paulo – SP
Inscrições gratuitas em: www.assespro-sp.org.br
Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Nuernberg, em releases

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.